Neil Young vs. Spotify: O polémico Joe Rogan promete “equilíbrio”, mas a mudança pode ser escassa

Após pressão de Neil Young, Joni Mitchell, das bolsas e da imprensa, Spotify vai ter avisos antes de conteúdos sobre covid-19 e Joe Rogan veio dizer que não quer “promover desinformação”.

Foto
O serviço de streaming sueco falou pela primeira vez da polémica sem se referir a Young ou a Rogan Shannon Stapleton/Reuters

A polémica que envolve o principal serviço de streaming de áudio do mundo e a desinformação sobre a covid-19 obrigou o Spotify não só a colocar avisos antes de qualquer conteúdo sobre a pandemia, mas também o igualmente polémico radialista Joe Rogan a prometer “equilibrar as coisas no futuro”. O emblemático rocker Neil Young retirou a sua música da plataforma de streaming, seguido por Joni Mitchell, em protesto contra a informação falsa que Rogan propagandeia no seu podcast, o mais popular dos EUA, e gerou uma semana de perdas nas bolsas e danos à reputação do Spotify.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários