Rússia diz que EUA ignoraram as suas preocupações principais, mas quer continuar a negociar

Moscovo reagiu à resposta dos EUA às suas exigências relacionadas com a expansão e a actividade da NATO na Europa do Leste. Ucrânia rejeita conversações directas com rebeldes pró-russos.

Foto
Soldado ucraniano na linha da frente no Leste do país STANISLAV KOZLIUK / EPA

O Governo russo diz que as suas preocupações não foram tomadas em consideração pelos EUA, mas quer manter aberta a possibilidade de continuar na via diplomática.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários