O intercâmbio de duas referências europeias

O português Remix Ensemble Casa da Música e o francês Ensemble Intercontemporain juntaram-se para um programa que incluiu uma estreia absoluta.

Foto
Os maestros Peter Rundel e Lucie Leguay dirigiram, respectivamente, o Remix Ensemble e o Ensemble Intercontemporain cortesia casa da música

Nos últimos dias deu-se o encontro entre o mais proeminente agrupamento português exclusivamente dedicado à música contemporânea e um seu congénere francês que é das mais destacadas e antigas referências na mesma “modalidade”. Fala-se do Remix Ensemble Casa da Música (com mais de 20 anos de experiência) e do Ensemble Intercontemporain (criado por Pierre Boulez em 1976), ambos agrupamentos de solistas, de dimensão alargada, que se apresentam regularmente sob a direcção de um maestro. O primeiro concerto em que dividiram palco teve lugar no domingo passado, na Casa da Música, no Porto. O segundo aconteceu na terça-feira, na Cité de la musique, em Paris.

Sugerir correcção
Comentar