“Faz sempre falta.” Jerónimo regressa e quer desencostar o PS da direita

Em Évora, no calor de uma casa cheia que saudou o reaparecimento do líder comunista na campanha, Jerónimo de Sousa alertou para os perigos de uma “direita de meias palavras que não está com meias medidas” para aplicar cortes.

Foto
Jerónimo de Sousa regressou hoje à campanha LUSA/NUNO VEIGA

Ao final da tarde, bombos e tambores vão aquecendo para o arranque de mais uma arruada. Na Praça do Giraldo, bem no centro de Évora, José Sabino, que se deslocou até ali do concelho vizinho de Portel, junta-se à multidão que aguarda a hora de arrancar para o Teatro Garcia de Resende, onde a peça em exibição é um comício com Jerónimo de Sousa.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários