PS diz que Rio quer reformar Justiça “para acusar os seus adversários e para salvar os seus amigos”

A caravana socialista arrancou com António Costa carregado em ombros em Matosinhos, bastião do PS, e seguiu para Vila Nova de Gaia, câmara socialista. De Afurada, Costa seguiu para um encontro com investigadores em Coimbra, que contou com a presença da cabeça de lista e ministra da Saúde, Marta Temido. À noite, o comício acontece em Aveiro e contará com uma intervenção de Pedro Nuno Santos.

eleicoes-legislativas-2022,rui-moreira,vila-nova-gaia,politica,antonio-costa,ps,
Fotogaleria
António Costa em Gaia daniel rocha
eleicoes-legislativas-2022,rui-moreira,vila-nova-gaia,politica,antonio-costa,ps,
Fotogaleria
daniel rocha
eleicoes-legislativas-2022,rui-moreira,vila-nova-gaia,politica,antonio-costa,ps,
Fotogaleria
daniel rocha
eleicoes-legislativas-2022,rui-moreira,vila-nova-gaia,politica,antonio-costa,ps,
Fotogaleria
daniel rocha

Na Afurada, em Vila Nova de Gaia, a campanha socialista contra o PSD continuou a marcar os discursos dos dirigentes do PS, que esta terça-feira entraram na Justiça, para acusar Rui Rio de querer reformar o sistema para favorecer “os amigos”. Depois do líder do PSD ter dito que “tirando os julgamentos políticos, em termos de eficácia, desde o 25 de Abril a justiça piorou” e de ter defendido uma reforma no sector, Manuel Pizarro, presidente da Federação do Porto do PS, deixou duras críticas e acusações ao líder social-democrata.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários