PS: a pior campanha de sempre

Não há uma linha de consistência, não existe nenhuma mensagem aspiracional, não se vislumbra qualquer resquício de uma campanha pela positiva.

Pela primeira vez que me recordo, vamos chegar à noite eleitoral sem um vencedor provável e esperado. É tão possível ganhar o PSD como o inicialmente favorito PS. Há umas coisas já certas, no entanto. Uma: a dinâmica de crescimento e de vitória está do lado do PSD. Se chegará para dar a vitória já no dia 30, bem, como dizia o futebolista, prognósticos só no fim do jogo. Duas: em ganhando o PS, o desgaste de todo este processo ditará uma solução governativa a prazo e instável, que não terá sequer um estado de graça por quinze dias.

Sugerir correcção
Ler 36 comentários