Em defesa de um pacto de regime

Apelamos a que as direções dos dois maiores partidos – PS e PSD – se comprometam a viabilizar uma solução de governo para uma legislatura e com um programa assente em reformas de fundo. O futuro de Portugal e dos Portugueses assim o exige.

O governo de Portugal que sair das eleições de 30 de Janeiro de 2022 terá a exigente missão de aplicar o maior pacote financeiro jamais colocado ao serviço do país desde a sua adesão à União Europeia há 35 anos.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários