Clima e seguro contra crises entre as propostas para mudar regras orçamentais da UE

Com o fim da suspensão das regras orçamentais europeias a aproximar-se, são várias as propostas de mudanças a serem discutidas por economistas e juristas. A decisão política, contudo, não parece fácil

Foto
Paschal Donohoe, ministro das Finanças da Irlanda e actual presidente do Eurogrupo, e João Leão na última reunião a 17 de Janeiro EPA/OLIVIER HOSLET

Evitar a obrigação de reduções demasiado bruscas da dívida em países com maiores desequilíbrios, aproveitar o exemplo do plano de recuperação e resiliência para criar um seguro europeu contra crises e ainda ajudar os países a investir para lidar com as alterações climáticas. Estas são algumas das ideias lançadas nas últimas semanas por economistas europeus para a reforma da governação das finanças públicas na zona euro. Um tema que, com o regresso da aplicação das regras orçamentais europeias marcado para o fim deste ano, promete ganhar força nos próximos meses.

Sugerir correcção
Comentar