Pela primeira vez nesta campanha, CDU faz da direita o alvo

No discurso que acompanhou a primeira semana de périplo pelo país, os comunistas concentraram-se em prevenir uma maioria absoluta do PS ou entendimentos dos socialistas com o PSD. Em Lisboa, a preparar o arranque da recta final da campanha, “reaccionários” e “liberais” foram os alvos escolhidos.

Foto
João Oliveira fez campanha em Lisboa LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Até hoje, a mensagem dos comunistas estava focada em puxar o PS para a esquerda e para uma convergência que siga a lógica da geringonça. Este domingo marcou o dia em que João Oliveira fez pontaria à direita, entre avisos que alertam para perigos “reaccionários”, mas também para a “pilhagem liberal”.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários