Rio e Costa disputam ruas de Espinho com um só mote: a união faz a força

Num distrito onde a disputa é feroz, os dois maiores partidos fizeram por não se cruzar. Rui Rio desfilou pela rua 19 com o ex-adversário Luís Montenegro a seu lado, enquanto Costa seguia Pedro Nuno Santos, o seu putativo sucessor, pela marginal abaixo.

comboios,politica,rui-rio,antonio-costa,psd,ps,
Fotogaleria
Rui Rio e Luís Montenegro fizeram questão de transmitir a imagem de união social-democrata ADRIANO MIRANDA/PUBLICO
comboios,politica,rui-rio,antonio-costa,psd,ps,
Fotogaleria
Pedro Nuno Santos foi animar a campanha em Espinho Nuno Ferreira Santos

A poucos pontos nas sondagens e a escassos metros de distância, este sábado PS e PSD pediram meças nas ruas de Espinho com um mesmo mote: a união faz a força. António Costa teve ao seu lado, como primeiro apoiante, aquele que é apontado como o seu mais provável sucessor: Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas. Enquanto Rui Rio contou com a presença de um dos responsáveis pela “turbulência interna” dos últimos anos, Luís Montenegro, que lhe disputou a liderança em 2019.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários