Crise entre a Rússia e a NATO arrasta-se com mais promessas de negociações

Os chefes da diplomacia dos EUA e da Rússia concordaram apenas em manter as conversações abertas e abriram caminho a uma cimeira entre Biden e Putin.

Foto
Blinken (à esquerda) e Lavrov saíram de Genebra com poucos avanços para resolver a crise na Ucrânia RUSSIAN FOREIGN MINISTRY / Reuters

Uma nova ronda negocial esta sexta-feira entre os chefes da diplomacia dos EUA e da Rússia terminou sem qualquer avanço significativo no que respeita à crise de segurança na fronteira com a Ucrânia. A conversa “franca”, de acordo com os dois países, manteve em aberto a via negocial e deixou no horizonte a possibilidade de uma nova cimeira entre Joe Biden e Vladimir Putin.

Sugerir correcção
Ler 31 comentários