“Copianço”, preguiça e ardis: Manuel Pinho investe contra Carlos Alexandre após caução de seis milhões

Recurso de arguido do caso EDP diz que apenas seis das quase 400 páginas do despacho em que Carlos Alexandre decreta prisão domiciliária são da sua lavra e se referem a este caso, tendo as restantes sido copiadas pelo magistrado daqui e dacolá.

Foto
Manuel Pinho está em prisão domiciliária Daniel Rocha

O ex-ministro da Economia Manuel Pinho reagiu de forma feroz à caução de seis milhões de euros que o juiz Carlos Alexandre lhe exige para o libertar da prisão domiciliária.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários