Deixa andar

Quando se é novo, quer-se intervir em tudo. Não há problema que não se queira resolver. Mas com o tempo, com a passagem do tempo, aprende-se a virtude de não fazer nada, de deixar andar e de esperar para ver.

Quando faço os meus passeios, os lugares que mais gosto de ver são aqueles que se dizem abandonados, mas que, felizmente, só foram abandonados por uma das criaturas que existem neste planeta: os seres humanos.

Sugerir correcção
Ler 19 comentários