Uma campanha com o bálsamo da imprevisibilidade

Entre todas as incógnitas abertas com a nova sondagem da Católica, sobra uma certeza: as eleições vão tornar-se muito mais mobilizadoras para os cidadãos

Os resultados da sondagem da Católica para o PÚBLICO, a RTP e a Antena 1 deixam no ambiente da campanha duas certezas muito ligadas: a bipolarização vai acentuar-se e, consequentemente, o grau de imprevisibilidade dos resultados finais aumentou. O duelo entre os dois grandes, agora a quatro pontos de distância, deixa tudo em aberto. Perante a incerteza, o voto útil vai ganhar peso na disputa entre esquerda e direita. O apelo à maioria absoluta de António Costa poderá ter de ser revisto. O papel dos partidos de segunda linha fica mais difícil. Entre todas as incógnitas sobra apenas uma certeza: as eleições vão tornar-se muito mais mobilizadoras para os cidadãos.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários