Lembrança de Nara, mulher valente e doce guerreira

Por via de uma série documental da Globo, a vida e a obra de Nara Leão (1942-1989) voltam à ribalta quando ela faria 80 anos.

Os adjectivos do título têm dono: pertencem a Sérgio Cabral, jornalista, escritor, compositor e investigador brasileiro que em 1991 publicou Nara Leão: uma biografia, fazendo justiça à vida e à carreira musical de Nara Lofego Leão, cuja morte era ainda bem recente, nesse ano. Agora, quando Nara completaria 80 anos neste 19 de Janeiro, a GloboPlay glosou o título de um dos primeiros álbuns dela, O Canto Livre de Nara, e dedicou-lhe uma série em cinco episódios que percorre os caminhos já trilhados por Sérgio Cabral e procura revalorizar o legado da cantora.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários