Novo presidente do Conselho das Escolas diz ser um “optimista, por natureza”

António Castel-Branco, director do Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro, em Sintra, confia que o diálogo e a cooperação com a tutela serão possíveis. E que o Conselho das Escolas deve ser interventivo na apresentação dos problemas sentidos pela comunidade escolar.

Foto
O novo presidente do Conselho das Escolas é director de um agrupamento TEIP Diego Nery

O novo presidente do Conselho das Escolas, o órgão que representa os directores junto do Ministério da Educação, entrou em funções numa altura em que ainda não se sabe qual será o futuro detentor da pasta governativa. Mas, tal não desanima António Castel-Branco, director do Agrupamento de Escolas Ferreira de Castro em Mem Martins, Sintra. “Seja quem vier, seremos o mais interventivos possível em defesa da escola pública, inclusiva e de qualidade”, testemunha ao PÚBLICO o novo responsável.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários