No Cotrim, sem João Ferreira, Bernardino Soares foi ver como os restaurantes têm sobrevivido à pandemia

Depois da saída temporária de Jerónimo, é agora João Ferreira a precisar de ser substituído por estar com covid. CDU mantém programa, que passou por um restaurante de manhã e segue para uma exploração agrícola e para Coimbra.

Foto
LUSA/MIGUEL A. LOPES

No restaurante O Cotrim, na zona residencial mais antiga de São João da Talha, ainda faltava uma hora para os clientes se sentarem à mesa mas na cozinha havia um cheirinho tão bom a dobrada que já abria o apetite. João Cotrim vai servindo de cicerone a Bernardino Soares, presidente da Câmara de Loures até há três meses, e que até é cliente da casa - a dada altura até se queixa que veio cá uma vez e bateu com o nariz na porta - numa visita ao pequeno restaurante. Noutro panelão há uma apetitosa sopa da pedra, a sopa do dia no menu. E, no frio, à espera da grelha, há dourada e carapaus, mas também coelho.

Sugerir correcção
Comentar