Bial em silêncio sobre efeitos da demissão de Horta Osório no Credit Suisse

Banqueiro é presidente do conselho de administração da farmacêutica portuguesa desde Abril. Violação das regras sanitárias por duas vezes provocou a sua saída do mesmo cargo no banco suíço.

Foto
Horta Osório esteve apenas nove meses à frente do Crédit Suisse Reuters/Toby Melville

A demissão de António Horta Osório da presidência executiva do Credit Suisse não será comentada pela Bial, onde o banqueiro ocupa o mesmo cargo desde Abril. Fonte oficial da farmacêutica portuguesa disse ao PÚBLICO que “não faz comentários” sobre o caso, não adiantando, assim, se a violação das regras sanitárias por duas vezes terá consequências para o futuro de Horta Osório no topo da empresa cuja actividade se centra precisamente na área da saúde.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários