Em queda pelo quinto ano consecutivo, taxa de natalidade na China atinge novo mínimo

Apesar das políticas de natalidade promovidas pelo Governo chinês e pelas autoridades regionais, o país mais populoso do mundo registou apenas 7,52 nascimentos por mil pessoas em 2021. É o valor mais baixo desde 1949.

Foto
Políticas chinesas de apoio à natalidade dos últimos anos ainda não estão a ter os resultados esperados JIANAN YU/Reuters

A taxa de natalidade na República Popular da China continua em queda livre e, pelo quinto ano consecutivo, atingiu um novo mínimo. Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Gabinete Nacional de Estatísticas chinês, em 2021 nasceram 10,62 milhões de bebés. Com apenas 7,52 nascimentos por cada mil pessoas, trata-se de uma queda de 11,5% em comparação com o ano anterior.

Sugerir correcção
Ler 17 comentários