Empresas confiam no controlo interno para cumprir direito a desligar

As grandes empresas acreditam que os mecanismos de controlo interno são suficientes para evitar abusos no que respeita ao dever de não contactar o trabalhador no seu tempo de descanso. Peritos dizem que cabe ao trabalhador denunciar problemas.

Foto
Paulo Pimenta

As empresas estão a contar com os seus códigos de conduta e mecanismos de controlo interno para garantir o cumprimento das novas regras laborais que entraram em vigor a 1 de Janeiro e para evitar abusos no que respeita ao dever de o empregador se abster de contactar o trabalhador nos seus tempos de descanso.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários