Cerco a Johnson aperta após revelação de (mais uma) festa em Downing Street durante o luto da rainha

Gabinete do primeiro-ministro britânico pediu desculpa ao Palácio de Buckingham por convívio do seu staff na véspera do funeral do príncipe Filipe – quando estavam proibidos ajuntamentos. Pedidos de demissão sucedem-se e lista de opositores internos cresce.

Foto
Fotografia da rainha Isabel II, sozinha, no funeral do príncipe Filipe, foi uma das imagens marcantes da pandemia no Reino Unido POOL/Reuters

As revelações sobre novas festas suspeitas de terem violado as restrições pandémicas no Reino Unido, realizadas em Downing Street ou envolvendo o seu staff, sucedem-se a um ritmo quase diário, e estão a deixar o primeiro-ministro, Boris Johnson, cada vez mais próximo da porta de saída do nº 10 daquela famosa rua de Londres.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários