Thiago de Mello (1926-2022): o poeta da Amazónia que decretou Os Estatutos do Homem

Autor de um dos mais conhecidos poemas brasileiros, escrito contra a ditadura militar, o poeta, tradutor e ecologista morreu esta sexta-feira aos 95 anos.

Foto
Thiago de Mello viveu dentro e fora do Brasil, ao sabor das vicissitudes políticas do país DR

O poeta brasileiro Thiago de Mello, autor de um dos mais divulgados poemas brasileiros contemporâneos, Os Estatutos do Homem, morreu esta sexta-feira aos 95 anos, adiantou a editora Global, onde este amigo e tradutor de Pablo Neruda, nascido em 1926 na Barreirinha, no interior do Amazonas, vinha publicando os seus livros mais recentes.

Sugerir correcção
Comentar