Edite Estrela: “Como é que se pode pensar em reeditar a ‘geringonça’ depois do que aconteceu?”

A candidata número 2 do PS por Lisboa acha que a “gerigonça” “não é repetível”. E admite que seria “uma honra” ser candidata a Presidente da Assembleia da República.

Foto
Edite Estrela é a candidata número dois do PS pelo círculo de Lisboa Francisco Romao Pereira

Edite Estrela é a mais provável candidata a Presidente da Assembleia da República se o PS ganhar as eleições. Em entrevista ao "Interesse Público", diz que a “geringonça” “teve o seu tempo”, mas não é repetível. E não exclui o apoio do PSD: “O PS governará em minoria e perante as propostas que apresentar no Parlamento, seja Orçamento ou outras propostas, formar-se-ão certamente maiorias variáveis que permitirão que se possa governar com estabilidade”.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários