Carros vegan? Ainda não, mas os interiores estão cada vez mais amigos dos animais

Com o desafio de conquistar quem valoriza produtos que colocam o bem-estar animal entre as prioridades, vários emblemas oferecem de série habitáculos vegan.

Foto
No Mustang Mach-E, modelo 100% eléctrico, até o volante é livre de compostos animais DR

É uma questão de moda, de consciência, sensibilidade – será irrelevante. A verdade é que os consumidores estão cada vez mais à procura de soluções que não impliquem crueldade animal, seja quando optam por não comer carne ou quando decidem recusar um creme testado em seres vivos. E a indústria automóvel sabe que tem aí uma grossa fatia de mercado — mais ainda quando cada vez mais gente assume um compromisso vegan em todo o mundo.

Sugerir correcção
Comentar