Algarve central – Faro, Olhão e Loulé – vai ter metro de superfície

Aeroporto de Faro e universidade constituem o eixo principal do projecto que deverá ser conhecido antes do fim do mês. O valor estimado da obra, para servir 150 mil residentes, é de 110 milhões de euros.

Foto
Hoje, sem grandes alternativas de transporte público, metade dos alunos da universidade usam o carro para ir às aulas Nuno Ferreira Santos

Um metro de superfície vai ligar a zona central do Algarve – Faro, Olhão e Loulé onde se concentra o maior núcleo populacional da região, com cerca de 150 mil habitantes. O projecto deverá ser posto à discussão pública até final do mês, altura em que vão ser dados o conhecer os traçados previstos. O eixo principal deste projecto de mobilidade, a cargo de uma empresa da especialidade, passa pelo aeroporto e campus universitário de Gambelas, prevendo-se que possa ser alargado ao centro comercial AlgarveShopping e ao novo Hospital Central, no Parque das Cidades (Faro-Loulé). Numa região onde não existe uma rede de transportes públicos regionais acessível, a proposta é acolhida com agrado pelos autarcas e agentes económicos, já que a excessiva dependência do automóvel tem contribuído para o aumento da poluição da região, cada vez mais acentuada nas cidades e zonas turísticas.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários