Fomos abrir as talhas a Portalegre e o que encontrámos foi uma surpresa

Pelos vistos, na pequena adega de Leonel Martins, a microbiologia alinhou-se de maneira a conseguirmos um belo vinho com flor. Um tinto do acaso elaborado com a maior das paixões. De certeza que não voltaremos a fazer igual.

Foto
Ricardo Lopes

Esta semana, regressei à serra de São Mamede, em Portalegre, para a abertura das duas talhas do Latinista, o vinho que o meu amigo jornalista e escritor Rui Cardoso Martins quis fazer em homenagem ao pai, Leonel Martins, antigo professor de Latim e Grego falecido em 2020. Foi uma emoção.

Sugerir correcção
Comentar