Martinho da Arcada: “o café que se cruzou com a História” chega aos 240 anos

Teve glórias e várias crises, testemunhou as mudanças da cidade e do país, foi local de conspiração e intriga política no mais político dos locais, a Praça do Comércio, mas também de literatura e artes.

O Martinho da Arcada ocupa a esquina da Praça do Comércio com a Rua da Prata
Fotogaleria
O Martinho da Arcada ocupa a esquina da Praça do Comércio com a Rua da Prata Pedro Martinho / PUBLICO
historia,local,fernando-pessoa,lisboa,
Fotogaleria
O Martinho da Arcada ocupa a esquina da Praça do Comércio com a Rua da Prata Fotografia cedida pelo Martinho da Arcada

Eduardo Lourenço escreveu no livro de honra do Martinho da Arcada que “um lugar mítico” era aquele “onde um anjo passou anónimo e o converteu em lugar de memória sem fim”. Com 240 anos de existência, celebrados esta sexta-feira, o emblemático e mais duradouro café lisboeta tem umas quantas memórias para partilhar.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários