A doença americana está para ficar

Em 1990, 90% diziam que a violência política nunca se justifica; em 2010, essa percentagem baixou para 84%; em 2015 já era só de 77%. Um ano depois da invasão do Capitólio, restam 66% de norte-americanos a recusar qualquer ato violento por motivos políticos.

É arriscado julgarmos a dimensão histórica de um acontecimento que ocorreu no nosso tempo de vida. A tentação de considerá-lo mais relevante do que realmente foi é considerável.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários