Sair da prisão e não ficar preso na rua. “Tiveram cuidado, que eu próprio pedi”

Serviços prisionais e de reinserção mais articulados com serviços sociais desde que a pandemia começou, mas com falhas, como se vê pelos caso de Carlos e de José. Quarto capítulo de uma série sobre o que está a mudar entre grades.

seguranca-social,drogas,reportagem,sociedade,porto,pobreza,
Fotogaleria
Carlos deixou a prisão em Agosto deste ano, depois de ter passado 15 anos no cárcere Paulo Pimenta
seguranca-social,drogas,reportagem,sociedade,porto,pobreza,
Fotogaleria
Á saída, é preciso ter uma rede de apoio Paulo Pimenta
seguranca-social,drogas,reportagem,sociedade,porto,pobreza,
Fotogaleria
Pandemia forçou mudança na forma como se articulam as saídas com os apoios cá fora Paulo Pimenta
seguranca-social,drogas,reportagem,sociedade,porto,pobreza,
Fotogaleria
Do lado de fora dos muros, é essencial readquirir hábitos Paulo Pimenta
rendimento-social-insercao,seguranca-social,drogas,sociedade,porto,pobreza,
Fotogaleria
Sair da prisão depois de tanto tempo entre as grades é um desafio Paulo Pimenta,Paulo Pimenta

Às vezes, ao caminhar pelas ruas e ruelas do Porto, Carlos ainda não acredita: está cá fora, está livre. “Parece mentira...” Passou metade da sua vida entre grades. “Uma pessoa perde tanto tempinho tão bom. A minha mocidade ficou lá toda...”

Sugerir correcção
Ler 1 comentários