O abecedário da covid-19, dois anos depois: de Assintomático a Zaragatoa

Algumas das palavras que surgiram e se desgastaram com a covid-19 já voltaram ao seu uso habitual, perdendo a relevância que a pandemia lhes deu.

Foto
Z de zaragatoa Manuel Roberto

Achatar a curva, cerca sanitária, planalto, Stay Away Covid. Há palavras que nasceram com a covid-19 e outras que ganharam uma nova vida, dando um novo sentido ao nosso vocabulário. Algumas, como essas quatro, já caíram em desuso, dois anos depois. Outras estão cada vez mais enraizadas no nosso léxico, com os seus novos significados ligados à pandemia. O dicionário da covid-19 é como o próprio vírus: vai evoluindo e variando à medida que a doença se instala. O PÚBLICO fez uma selecção das palavras que desde o dia 31 de Dezembro de 2019 (data em que a China reportou os primeiros casos de uma estranha pneumonia) têm tido um elevado grau de incidência nas conversas e uma taxa de transmissibilidade superior ao verificado antes da pandemia.

Sugerir correcção
Comentar