Desastre na Bahia encerra annus horribilis de Bolsonaro

As chuvas torrenciais no Nordeste brasileiro que causaram mais de 20 mortos e deixaram dezenas de milhares de desalojados não fizeram o Presidente brasileiro alterar os seus planos de férias.

Foto
Milhares de pessoas ficaram sem casa depois das inundações no litoral da Bahia AMANDA PEROBELLI / Reuters

O Natal foi trágico para o estado da Bahia, no Nordeste do Brasil, que viveu um período de chuvas intensas, responsáveis por pelo menos 24 mortes, mais de 400 feridos e milhares de desalojados. O Presidente Jair Bolsonaro foi muito criticado por não ter visitado a região e mantido as férias.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários