Aprovação em contra-relógio de benefícios fiscais segura quase mil milhões de investimento

Governo aprovou até 92 milhões de euros em incentivos para 25 empresas que se comprometem a investir 937,5 milhões.

Foto
A fábrica Ikea em Paços de Ferreira é uma das beneficiárias destes apoios ADRIANO MIRANDA (arquivo)

Foi um autêntico contra-relógio. ​O Governo aprovou ontem um pacote de incentivos fiscais ao investimento para 25 empresas que se comprometem a investir 937,5 milhões de euros, do sector dos móveis à construção metálica. O investimento permite à AICEP, responsável pela captação de investimento estrangeiro, fixar em 2021 um novo recorde de angariação. O montante captado este ano é de 2700 milhões, mais do dobro de 2019, até agora o melhor, com quase 1200 milhões.

Sugerir correcção
Comentar