A jóia decorada mais antiga do Homo sapiens na Europa tem mais de 41 mil anos

A jóia consiste num pendente feito em dente de mamute e foi descoberta na Polónia.

Foto
O pendente da gruta de Stajnia é decorado com cerca de 50 perfurações, criando a forma de um laço irregular Antonino Vazzana

Há 41.500 anos na Europa Central e Ocidental, os humanos modernos, o Homo sapiens, começavam a explorar a sua criatividade na produção de “jóias modernas”, ao criar ornamentos através de uma nova técnica decorativa – o alinhamento de perfurações. Uma equipa internacional de arqueólogos descobriu essa técnica num pendente de marfim de mamute na gruta de Stajnia (na Polónia) cerca de dois mil anos mais cedo do que se pensava.

Sugerir correcção
Comentar