Ómicron causa escalada de casos: Portugal não é o único país a bater recorde

No mesmo dia em que Portugal ultrapassou pela primeira vez os 17 mil casos e após 21 meses de pandemia, França, Itália, Reino Unido, Espanha e Grécia também atingiram novos máximos diários de infecções. Mas subida dos contágios não tem tido o mesmo impacto nos internamentos do que as vagas anteriores.

Foto
A Europa registou um máximo diário de 559 mil casos de infecção na véspera de Natal REUTERS/CHARLES PLATIAU

Portugal atingiu nesta segunda-feira um novo máximo diário de casos, ultrapassando pela primeira vez as 17 mil infecções detectadas num dia. O país não está, no entanto, sozinho na escalada de casos motivada pelo avanço da variante Ómicron. O gabinete europeu da Organização Mundial de Saúde registou na véspera de Natal um número recorde de casos, com países como França, Itália, Reino Unido ou Espanha a acompanharem Portugal com novos máximos nacionais — assim como os Estados Unidos da América, do outro lado do Atlântico.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários