Há igrejas de norte a sul de Portugal dedicadas ao Pai Natal. Perdão, ao São Nicolau

Pelo menos nesta quadra, faça-se um esforço para acreditar que o barulho que vem da chaminé tem origem nos passos de figura de vermelho consolidada no século XX, inspirada num bispo do século III, homenageado em Portugal com a construção de dezenas de locais de culto. Fique a conhecer São Nicolau e a origem do mito.

Foto
Exterior da Igreja de São Nicolau, no Porto Ana Marques Maia

Os últimos dias antes do Natal são dias de grande correria às lojas para encontrar os presentes que ficaram por comprar para aquele amigo mais próximo ou familiar. Nessa azáfama, pouco tempo sobra para pensar na origem deste ritual anual - a prioridade está em chegar ao momento do encerramento das lojas com o saco cheio e com a missão cumprida. No momento da abertura das prendas, dependendo da tradição familiar de cada um, na noite da ceia ou já de manhã, atribui-se, sobretudo na infância, o feito de o pinheirinho estar rodeado de embrulhos a uma figura mítica de barbas e cabelos brancos, barrigudo e vestido com trajes vermelhos - o Pai Natal.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários