EUA recomendam que seja dada preferência a vacinas de ARN-mensageiro em vez da vacina da Janssen

Motivo da recomendação dos CDC é o efeito secundário raro mas potencialmente fatal associado às vacinas de vector viral, como a AstraZeneca e a da Janssen. Mas a vacina não será retirada do mercado.

Foto
A vacina do grupo Johnson & Johnson usa o mesmo tipo de tecnologia do que a da AstraZeneca Dado Ruvic/Reuters

Os Centros de Controlo e Prevenção das Doenças dos Estados Unidos (CDC) recomendaram que devem ser preferidas as vacinas de ARN-mensageiro (ARNm) para imunizar contra a covid-19 em vez da vacina da Janssen (Johnson & Johnson), que usa uma tecnologia diferente, a do vector viral, porque há cada vez mais provas de que pode desencadear um efeito secundário raro, mas por vezes fatal, a formação de coágulos sanguíneos com hemorragias.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários