Partidos sem ideias contra a corrupção? Transparência e Integridade lança pacote de 16 propostas

A Transparência e Integridade apresenta esta sexta-feira um pacote de 16 medidas e desafia os partidos a adoptarem parcial ou integralmente as propostas para os seus programas eleitorais que irão a votos em Janeiro.

Foto
Susana Coroado é presidente da Transparência e Integridade apresenta o pacote de medidas esta sexta-feira Nuno Ferreira Santos

Ainda que a corrupção tenha entrado “agenda pública e na agenda politica”, muito “por pressão mediática e dos casos na Justiça”, na “hora da verdade”, o progresso “ou vai para a gaveta ou limita-se à criação de leis de natureza criminal”, resume Susana Coroado, presidente da Integridade e Transparência, em conversa com o PÚBLICO. Para contrariar esta tendência e incentivar partidos e instituições a avançar neste combate, a organização apresenta sexta-feira um extenso caderno de encargos de combate à corrupção. E desafia os partidos a integrarem as propostas nos programas eleitorais que vão a votos em Janeiro.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários