Adalberto Costa Júnior eleito presidente da UNITA com mais de 96% dos votos expressos

O líder da oposição volta ao cargo que exercia desde 2019 e de onde tinha sido retirado em Outubro pelo Tribunal Constitucional, com uma votação que não deixa dúvidas e uma expressão de unidade do partido.

Foto
Adalberto Costa Júnior votando na eleição interna da UNITA em que foi o único candidato AMPE ROGÉRIO/LUSA

O general Lukamba Paulo Gato, presidente do XIII Congresso da UNITA, o novo, anulado que foi pelo Tribunal Constitucional (TC) o original realizado em Outubro de 2019, disse-o de forma simples: “A legitimidade acaba de ser reposta”. Estava-se nos momentos finais do congresso de três dias, os delegados já tinham votado e Adalberto Costa Júnior já tinha sido devolvido ao lugar que havia alcançado há dois anos, no meio de uma grande euforia.

Sugerir correcção
Comentar