Será Eduardo Cabrita a Margarida Martins de António Costa?

Por uma vez, louve-se a sinceridade. Eduardo Cabrita demitiu-se porque as eleições estão à porta e ele é um homem do partido.

O inevitável aconteceu, mas aconteceu com muitos meses de atraso, e de forma atabalhoada mesmo até à última conferência de imprensa. No dia em que se soube que o carro ia a 163km/h e que o motorista que atropelou Nuno Santos iria ser acusado de homicídio por negligência, Eduardo Cabrita ainda conseguiu proferir uma longa série de barbaridades e não se demitir no momento que se impunha.

Sugerir correcção
Ler 37 comentários