O preço da resiliência

Contas por alto, os 400 milhões gastos em horas extraordinárias até setembro dariam para o salário anual de 13 mil profissionais de saúde.

Afinal a resiliência dos profissionais de saúde tem um preço: até setembro de 2021 foram 400 milhões de euros. Mas a fatura é ainda mais pesada do que isso, porque a conta também é feita à exaustão das cinco milhões de horas extra feitas pelos enfermeiros e às mais de quatro milhões de horas, também extraordinárias, que fizeram os médicos.

Sugerir correcção
Comentar