UNITA volta a fazer “um percurso já efectuado”

O principal partido da oposição em Angola repete o congresso de 2019 que o Tribunal Constitucional anulou, mas, em vez de uma disputa eleitoral, preparou uma demonstração de unidade em torno de Adalberto Costa Júnior.

Foto
Adalberto Costa Júnior é o único candidato à liderança da UNITA AMPE ROGÉRIO/LUSA

Na primeira vez, Adalberto Costa Júnior teve concorrência, obrigado a disputar a liderança com outros quatro candidatos. Agora, dois anos volvidos da vitória no XIII Congresso da UNITA, o principal partido da oposição em Angola prepara-se para, a partir desta quinta-feira e até sábado, consagrar o seu presidente em eleições sem concorrência, para reforçar a sua figura como líder do partido, de uma frente ampla da oposição e como adversário importante para João Lourenço que vai procurar a reeleição.

Sugerir correcção
Comentar