Corrida aos testes deixa farmácias sem capacidade para atender tantos pedidos

Face ao agravamento da situação pandémica e às novas regras em vigor desde quarta-feira, e que exigem um teste negativo para entrar em vários estabelecimentos e eventos, a população tem acorrido em massa às farmácias onde os rastreios são gratuitos – e onde, por isso, já é difícil conseguir uma vaga. Em Lisboa, vão ser instalados postos de testagem junto a locais de diversão nocturna.

Foto
Farmácias estão a ser pressionadas pela elevada procura para a realização de testes LUSA/TIAGO PETINGA

Desde a passada quarta-feira, visitar idosos em lares ou doentes hospitalizados, entrar numa discoteca, ir um concerto sem lugares marcados ou a um jogo de futebol como o derby Benfica-Sporting que se realiza esta sexta-feira, obriga à apresentação de um teste negativo à covid-19. Por isso, tem-se verificado uma corrida às farmácias onde se podem realizar gratuitamente testes rápidos de antigénio comparticipados pelo Estado ou pelos municípios, tornando uma missão quase impossível conseguir uma vaga para os próximos dias.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários