OCDE alerta para risco de mais falências e subida do desemprego em Portugal

Previsão da taxa de desemprego para o ano que vem é de 6,7%, contra os 6,5% do Governo. Já o crescimento económico em 2022 deverá chegar aos 5,8%, acima dos 5,5% estimados pelo executivo de António Costa.

Foto
OCDE defende que se deve "evitar aumentar rapidamente o salário mínimo nacional" ADRIANO MIRANDA/PUBLICO

A OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico afirma que um risco para a recuperação da economia portuguesa é o número de falências de empresas, “que pode ser superior ao esperado” e, com isso, prejudicar a estabilidade financeira e fazer subir a taxa de desemprego.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários