Semana extra de férias em Janeiro não será para todos os alunos. Haverá colégios com aulas à distância

Colégios têm autonomia para definir o seu calendário. E mesmo que decidam suspender todas as actividades entre 2 e 9 de Janeiro, como acontecerá no ensino público, não têm necessariamente que compensar na Páscoa e Carnaval. “O ensino privado já oferece muitos mais dias de aulas.”

Foto
Daniel Rocha

O decreto-lei do Governo publicado este fim-de-semana determina a suspensão das actividades lectivas presenciais nas escolas, durante a primeira semana de Janeiro, mas é omisso sobre o ensino à distância. E há colégios privados que já decidiram que vão mesmo manter as aulas à distância nesse período. “Quem quer pode dar aulas online, e sei que alguns colégios o vão fazer. Outros não”, diz ao PÚBLICO Rodrigo Queiroz e Melo, presidente da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (Aeep).

Sugerir correcção
Ler 9 comentários