Nova variante Ómicron assusta os mercados

Após o aparecimento da nova variante Ómicron do SARS-CoV-2, as preocupações recentes com a taxa de inflação, com os preços dos combustíveis, com a escassez de mão-de-obra, ou com os estrangulamentos nas cadeias de produção podem ter sido ultrapassadas. Ou seja, não será de novo fundamental evitar outra queda abrupta da actividade económica?

Os mercados financeiros, preço do petróleo, e cotações das criptomoedas caíram abruptamente na sexta-feira negra – o dia que se segue ao feriado mais simbólico dos EUA (“Thanksgiving”) e em que os mercados bolsistas só estão abertos meio dia, por isso, um dia em que tipicamente o volume de transacções na bolsa é baixo – em reacção a uma nova variante do vírus SARS-CoV-2 que causa a covid a qual, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), tem um elevado número de mutações, maior transmissibilidade e mais elevada virulência, tendo sido declarada a 26 de Novembro como uma “variante de preocupação”.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários