Técnico diz que estrutura da antiga gare do Arco do Cego não foi demolida, mas sim desmontada

Instituto Superior Técnico diz que antiga gare da Carris no Arco do Cego não foi demolida, mas sim desconstruída para que peças possam ser utilizadas na futura construção. Ali nascerá um novo espaço de estudo 24 horas e de auditórios para os estudantes universitários da cidade.

Foto
Grande parte do que existia da antiga gare foi demolida, mas o IST garante que parte dos materiais serão utilizados na sua reconstrução Rui Gaudêncio

Na última semana, quem passou pelo Arco do Cego, no centro de Lisboa, terá ficado surpreendido por ter visto as estruturas de ferro e de tijolos das três naves que restavam da antiga estação de eléctricos da Carris serem demolidas com máquinas, restando apenas algumas construções. O Instituto Superior Técnico (IST), responsável pela obra, diz que não se trata de demolições, mas sim de “desconstrução para futura aplicação”.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários