Governo prepara repatriamento de portugueses retidos em Moçambique

Para já, ainda não está programado qualquer voo a partir de Maputo. Despacho que suspendeu as ligações aéreas autoriza “os voos de apoio ao regresso dos cidadãos nacionais ou titulares de autorização de residência em Portugal, bem como de natureza humanitária”.

Foto
Os voos regulares de e para Moçambique ficam suspensos a partir de segunda-feira MÁRIO CRUZ/EPA

O Governo português está a preparar o repatriamento de cidadãos nacionais e de titulares de autorização de residência que se encontram em Moçambique, embora nesta altura ainda não esteja programado qualquer voo. A garantia, dada este sábado ao PÚBLICO pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, vem um dia depois de o executivo ter determinado a suspensão dos voos de e para Moçambique a partir das 0h de segunda-feira, 29 de Novembro, restrição motivada pela detecção na África do Sul da nova variante Ómicron, mais contagiosa do que as restantes estirpes do vírus SARS-CoV-2 já identificadas.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários