City resistiu à neve e ao West Ham

A equipa de Manchester derrotou os londrinos por 2-1, em jogo da 13-ª jornada da Premier League.

Foto
EPA/TIM KEETON

O Manchester City impôs neste domingo um triunfo na recepção ao West Ham (2-1), num desafio da 13.ª jornada da Liga inglesa de futebol, e ‘colou-se’, de forma provisória, ao líder Chelsea.

O campeão inglês soma, agora, 29 pontos, os mesmos dos londrinos, que recebem o Manchester United, em Stamford Bridge. O Liverpool, que no sábado goleou o Southampton (4-0), com um ‘bis’ de Diogo Jota, fecha o pódio, com 28, enquanto o West Ham ocupa a quarta posição e a última vaga directa para a ‘Champions’, com 23.

Num dia marcado pelo forte nevão que se fez sentir no norte de Inglaterra, levando mesmo ao adiamento do encontro entre a equipa local e o Tottenham, no Turf Moor, os ‘citizens’ e ‘hammers’ estiveram perto de ver o mesmo desfecho no Etihad Stadium, mas o desafio acabou por ser disputado.

Mesmo com a adversidade climatérica, a equipa treinada pelo espanhol Pep Guardiola, que colocou de início os portugueses João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva, não sentiu dificuldades para impor o seu habitual domínio e chegou ao intervalo em vantagem, por culpa do golo marcado através de Gundogan, aos 33 minutos.

Se no final no primeiro tempo o relvado estava completamente branco, nos segundos 45 minutos a neve deu tréguas e os campeões em título aproveitaram para dilatar a vantagem, pelos pés do suplente utilizado Fernandinho (90), já em cima do apito final.

No tempo de descontos, o mesmo Fernandinho foi demasiado lento a dominar a bola em zona proibida e o recém-entrado na partida Manuel Lanzini (90+4) anotou o ‘golo’ do encontro, batendo Ederson com um belo remate à entrada da grande área.

Também o duelo entre o Leicester, sem o lateral Ricardo Pereira, e o Watford foi afetado pela neve, nomeadamente durante a segunda parte, já depois de James Maddison, autor do primeiro golo, aos 16 minutos, e Jamie Vardy (34 e 42), terem, praticamente, resolvido o jogo para os ‘foxes’, que voltam a triunfar quatro jogos depois (4-2).

Os ‘hornets’, que vinham de um triunfo categórico sobre o Manchester United (4-1), ainda tinham empatado por Joshua King (30), de penálti, e reduzido distâncias por Dennis (61), o que de nada valeu, pelo que permanecem na 16.ª posição, com 13.

O Leicester, que viu Ademola Lookman fechar a contagem, aos 68, é agora nono colocado, com 18, mas pode ser ultrapassado pelo United, caso este vença os ‘blues’.

Um tento solitário de Ivan Toney (24) colocou o Brentford na rota das vitórias e, consequentemente, no 12.º posto, com 16 pontos, na recepção ao Everton (14.º, com 15), que não sabe o que é vencer há sete partidas.