Governo não se compromete a pagar totalidade das despesas das autarquias com a pandemia

Para já câmaras só vão receber 57 milhões com recurso a fundo europeu, menos de um terço das despesas que tiveram com a pandemia em 2020. Governo diz que “compensação adicional” terá “de ser equacionada no futuro”.

Foto
Entre as medidas colocadas em marcha pelos municípios está o financiamento de testes Daniel Rocha

As câmaras podem não vir a ser totalmente ressarcidas pelos gastos extraordinários que tiveram com a pandemia. Está em marcha o processo de pagamento de 57 milhões de euros com recurso ao Fundo de Solidariedade da União Europeia (FSUE), mas, se apenas for tido em conta o ano de 2020, as autarquias reclamam uma compensação de 211,4 milhões de euros.