Já só faltam as alegações finais: as cartas estão lançadas no processo Selminho

Esta quarta-feira foram ouvidas as últimas testemunhas do processo. Paulo Morais e Pedro Baganha foram dispensados de ir a tribunal. As alegações finais estão marcadas para 15 de Dezembro.

Foto
Rui Moreira conhece alegações finais do caso Selminho no dia 15 de Dezembro LUSA/RUI MANUEL FARINHA

As três últimas testemunhas do caso Selminho arroladas pela defesa e pelo Ministério Público (MP) alegaram esta quarta-feira em tribunal que a Câmara do Porto sempre mostrou abertura para acolher as pretensões da empresa da família do autarca portuense, que é acusado dos crimes de prevaricação e de abuso de poder, por favorecer a imobiliária da família da qual era sócio em detrimento do município.